domingo, 4 de novembro de 2012

Uma Aventura no País das Letras






Num belo dia de primavera, estava eu a ler na biblioteca, quando, de repente, ao abrir um livro chamado "O país das letras"', fui puxado para dento dele. Quando lá entrei, estava num paraíso!
Entretanto, enquanto estava a passear, encontrei cinco letras: o C, que era comerciante, o M, que era marinheiro, o S, que vendia sabonetes, o D, que era dentista e o F, que fazia teatros com fantoches.
Fui à loja do C e comprei uma casa que só custou um euro. Fiquei espantado com o preço!
Também comprei doces e comi tantos que fiquei com uma cárie. As dores eram tantas que tive de ir ao dentista Doutor D...
No fim, estava todo sujo, por isso fui comprar um sabonete à loja do S.
Depois fui ao parque, onde vi o F a fazer um teatro de fantoches.
Para o jantar, pedi ao M dois peixes fresquinhos para grelhar.
No dia seguinte, encontrei mais três letras: o G, vendedor de galinhas, o A, que era agricultor e o B, jogador de basquetebol. Então resolvi comprar um bilhete para o jogo de basquetebol. A equipa do B ganhou 43-22!
Como já era tarde, pois o jogo terminou às 19h, resolvi comprar duas galinhas ao G e umas alfaces ao  A, para o jantar.
Na manhã seguinte encontrei dois gémeos, o O e o Q, que não faziam nada, o que era muito estranho... Passei o dia inteiro a conversar com elas. Foi um dia curto!
A seguir encontrei as outras letras todas: E, H, I, J, K, L, N, P, R, T, U, V, W, X e Y. Estas trabalhavam, mas estavam muitas vezes na rua…
Só achei estranho não ter visto o Z...
Foi então que apareceu o Z, que era uma fada. Ela fez um feitiço, que me levou de novo à biblioteca.
Quando saí de lá, estava com uma fome! Comi uma maravilhosa sopa de letras...




Daniel Azevedo
04/11/2012

Sem comentários:

Publicar um comentário